Acesso ao principal conteúdo
Tunísia

Ataques mortíferos na Tunísia

As forças de segurança tunisinas durante os ataques.
As forças de segurança tunisinas durante os ataques. FATHI NASRI / AFP
Texto por: RFI
3 min

52 pessoas, 35 presumíveis jihadistas, 10 membros das forças de segurança e sete civis, morreram hoje num ataque a um posto da polícia a um quartel em Ben Guerdan, próximo da fronteira com a Líbia.

Publicidade

O ataque ocorreu esta segunda-feira, indicou um comunicado do Governo tunisino.

"Os terroristas passaram a fronteira em vários veículos e usaram armas ligeiras e um lança granadas no ataque" na zona de Ben Guerdan que concentra vários edifícios ligados às forças de segurança, acrescentou a fonte.

Trata-se do segundo incidente registado nesta localidade nos últimos cinco dias.

A cidade em causa fica perto da fronteira com a Líbia e é considerada como a "capital do tráfico ilegal" do país, sendo a zona que vê sair mais tunisinos que se juntam aos jihadistas e a grupos armados.

Em resposta aos ataques, as forças de segurança tunisinas lançaram uma grande operação na região com as unidades de luta contra o terrorismo a fazer rusgas em casas e bairros, tanto na cidade ou em pequenas vilarejos junto à fronteira com a Líbia.

O Governo de Tunes também ordenou o encerramento da fronteira em Ras Jedir, o principal posto de controlo fronteiriço entre os dois países.

Ouça a crónica sobre os ataques na Tunísia.

Crónica de Marco Martins

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.