Gana

Eleições presidenciais no Gana

John Dramani Mahama, à esquerda, e Nana Akufo-Addo, à direita, os dois principais candidatos às presidenciais.
John Dramani Mahama, à esquerda, e Nana Akufo-Addo, à direita, os dois principais candidatos às presidenciais. AFP/Wikimedia CC

No Gana, hoje é dia de eleições presidenciais. A corrida mais apertada é entre o presidente cessante, John Dramani Mahama, e o principal candidato da oposição, Nana Akufo-Addo. Carlos Lopes, ex-secretário executivo da Comissão Económica da ONU para África, espera que os ganeses demonstrem o “nível de maturidade muito elevado” das últimas eleições. 

Publicidade

No poder desde 2012, o actual presidente, John Dramani Mahama, líder do Congresso Democrático Nacional (NDC), tenta um segundo mandato frente a seis adversários. O principal rival é Acalanto Addo Dankwa Akufo-Addo, do Partido Nova Pátria (NPP), do centro-direita.

Cerca de 15 milhões de eleitores deste país anglófono da África Ocidental são chamados a votar para escolher o próximo presidente e 275 deputados.

No total, há sete candidatos, incluindo uma primeira-dama Nana Konadu Agyeman-Rawlings, mas a batalha principal é entre dois rivais históricos: o presidente Mahama do NDC e o líder do NPP. Se nenhum dos candidatos obtiver mais de 50% dos votos, haverá uma segunda volta ainda este mês.

A campanha eleitoral ficou marcada por tensão e violência. Um militante do principal partido da oposição foi morto esta segunda-feira nos confrontos que também provocaram 14 feridos, à margem de um comício.

Nas eleições de 2012, os dois principais candidatos já se tinham enfrentado e o presidente Mahama venceu com 50,7% dos votos contra 47,7% para o opositor. Akufo-Addo contestou, na altura, os resultados.

Carlos Lopes, ex-secretário executivo da Comissão Económica da ONU para África, espera que os ganeses tenham o “nível de maturidade muito elevado” que têm demonstrado nas últimas eleições.

Carlos Lopes, Economista

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI