Acesso ao principal conteúdo
Somália

Ataque terrorista do grupo Al Shabab contra hotel de Mogadíscio

Entrada do hotel  Naso Hablod em Mogadíscio apos ataque terrorista de Al Shabab de 28 de outubro de 2017.
Entrada do hotel Naso Hablod em Mogadíscio apos ataque terrorista de Al Shabab de 28 de outubro de 2017. REUTERS/Feisal Omar
Texto por: João Matos
4 min

Mais um ataque do grupo terrorista, Al Shabab, num hotel de Mogadiscio, capital da Somália, ontem ao fim do dia, provocando 29 mortos, entre polícias, civis e os próprios jiadistas. Balanço, ainda provisório, segundo a polícia  somali. Um jornalista viu 7 cadáveres no hotel, enquanto o grupo terrorista, afirma que o ataque fez  40 mortos, incluindo 3 dentre eles.

Publicidade

Pelo menos 29 pessoas foram mortas no ataque levado a cabo por um comando do grupo terrorista, Al Shabab, contra um hotel de Mogadiscio, que terminou após 12 horas de cerco.

Entre as vítimas figuram 12 polícias assim como seguranças e residentes do hotel.

"Até agora estou seguro da morte de 29 pessoas; o balanço pode aumentar", declarou um polícia, Abdullahi Nur.

Uma mulher foi decapitada e os seus 3 filhos abatidos a tiro, acrescentou o membro da polícia somali.

Um jornalista agência noticiosa Reuters viu 7 cadáveres por terra no hotel.

"Suspeitamos que terroristas disfarçados tenham conseguido escapar-se com clientes do hotel que conseguimos socorrer", declarou, por seu lado, o comandante da polícia, Mohamed Hussein.

"Três assaltantes foram capturados vivos e outros dois feridos, suicidaram-se", acrescentou.

O grupo terrorista Al Shabab, declarou, do seu lado, que o ataque, fez  40 mortos, entre eles 3 dos seus. Aliás, o grupo jiadista, reivindicou o ataque.

O ataque ocorreu ontem ao fim da tarde com carro bomba e a explosão destruiu a entrada do hotel Naso hablod, situado a 600 metros do palácio presidencial.

Recorda-se que há 15 dias, dois atentados com carro armadilhado fizeram 358 mortos em Mogadíscio.

A milícia fundamentalista islâmica é suspeita de ter cometido o ataque, mas ainda não houve qualquer reivindicação.

João Matos sobre ataque terrorista do Al Shabab em Mogadíscio

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.