Acesso ao principal conteúdo
Convidado

"O acordo não resolve o conflito no Sudão do Sul"

O Presidente do Sudão do Sul Salva Kiir (d) estende a mão ao rival Riek Machar (e).
O Presidente do Sudão do Sul Salva Kiir (d) estende a mão ao rival Riek Machar (e). SUMY SADURNI / AFP
1 min

O Sudão do Sul vive, desde quarta-feira à noite, um período de pré-transição que deverá durar oito meses. Concluído esse período, o líder rebelde Riek Machar poderá regressar ao Sudão do Sul para partilhar o poder com o Presidente Salva Kiir, durante três anos, depois o país deverá ir a eleições. O Padre José Vieira, especialista no Sudão do Sul, mostra-se céptico em relação a este acordo que diz ter sido já violado.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.