Cuba

Dissidentes cubanos pedem que Lula interfira a favor de Guillermo Farinas

O dissidente cubano Guilhermo Farinas
O dissidente cubano Guilhermo Farinas Reuters

A carta, escrita por dez compatriotas, pede que o presidente brasileiro utilize sua influência para obter a libertação de 26 presos políticos. Para o PC cubano, o jornalista Farinas será o único e total responsável pelas consequências de sua greve de fome. O Partido reiterou que vai recusar todo tipo de chantagem.

Publicidade

Em uma carta endereçada a Brasília, dez dissidentes cubanos pedem que Lula intervenha junto ao líder cubano Raul Castro para que o militante Guillermo Farinas acabe uma greve de fome que já dura treze dias. Em um comunicado do partido comunista, o governo cubano disse recusar a chantagem do grevista, de 48 anos, que pede a libertação de 26 presos políticos que estão doentes. "Acreditamos que sua credibilidade, suas relações privilegiadas com as autoridades cubanas e sua abertura poderia ajudar a convencer nosso compatriota a abandonar a greve", escreveram os dez militantes cubanos.

O presidente Lula, entretanto, ainda não recebeu a carta. Para o PC cubano, o jornalista Farinas será o único e total responsável pelas consequências. O Partido reiterou que vai recusar todo tipo de chantagem. A última visita de Lula a Cuba, que é próximo de Raul e Fidel Castro, coincidiu com a morte do prisioneiro político Orlando Zapata, de 42 anos, no dia 23 de fevereiro, que fazia greve de fome há dois meses e meio.

Pouco depois da morte de Zapata, Farinas iniciou sua greve de fome, em sua casa, em Santa Clara, a 270km a leste de Havana. Esta é sua vigésima terceira greve de fome desde 1995. A Espanha confirmou que propôs asilo a Guilhermo Farinas, mas o jornalista negou a oferta. Ele disse à Agência de Notícias France Presse que seu objetivo nunca foi se exilar na Espanha, mas conseguir a libertação dos 26 prisioneiros políticos.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI