Haiti/Eleições

Haitianos foram às urnas para segundo turno das presidenciais

Eleitores foram às urnas neste domingo para escolher o novo presidente do Haiti.
Eleitores foram às urnas neste domingo para escolher o novo presidente do Haiti. AFP photo/Thony Belizaire

Quase quatro meses após um confuso primeiro turno, os haitianos foram às urnas neste domingo para escolher o novo presidente do país. Mirlande Manigat e Michel Martelly disputam o cargo. Oficialmente, o novo presidente será conhecido apenas em 16 de abril.

Publicidade

Os hatianos foram às urnas neste domingo para escolher, num inédito segundo turno, quem vai presidir o país pelos próximos cinco anos. Segundo as Nações Unidas a votação transcorrreu sem maiores incidentes, apesar de atrasos em algumas zonas eleitorais.

O desafio das autoridades haitianas no pleito deste domingo era evitar os problemas de fraude e desorganização que marcaram o primeiro turno, em novembro. O novo presidente do Haiti terá que administrar a recuperação do país após o devastador terremoto de 2010. Ele também terá de lidar com um fato novo no cenário político: a volta ao país do ex-presidente Jean Bertrand Aristide, líder político apreciado pela população e que estava exilado há sete anos na África do Sul.

O país agora começa um longo período de espera pelos resultados. Os números preliminares consolidados só serão divulgados em 31 de março. Oficialmente, o novo presidente será conhecido apenas em 16 de abril.
 

Flávia Marreiro, enviada da Folha de São Paulo em Porto Principe, especial para a RFI

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI