Acesso ao principal conteúdo
EUA/Eleições

Sandy provoca fechamento de zonas eleitorais na Virgínia

Ventos ainda impressionam no Estado da Virgínia, como na cidade de Virgínia Beach
Ventos ainda impressionam no Estado da Virgínia, como na cidade de Virgínia Beach REUTERS/Rich-Joseph Facun
Texto por: Silvano Mendes
3 min

As autoridades da Virgínia decidiram interromper as atividades de nove zonas eleitorais por medidas de segurança após a passagem do furacão Sandy. A notícia pode desmotivar os eleitores que pretendiam votar antecipadamente e ter repercussões diretas na campanha de Barack Obama, já que tradicionalmente os democratas são os que mais se beneficiam desse tipo de voto. A primeira-dama Michelle Obama fará uma visita na região para incentivar eleitores desse Estado.

Publicidade

Enviado especial a Richmond, na Virgínia

As consequências concretas do furacão Sandy na campanha presidencial norte-americana já estão começando a ser sentidas. Um exemplo disso pode ser visto na Virgínia, onde as autoridades fecharam nove zonas eleitorais, impossibilitando o voto antecipado.

Esse tipo de voto beneficia tradicionalmente o partido democrata. Por essa razão, esse ano o próprio presidente Barack Obama votou antecipadamente em Chicago, seu reduto eleitoral, para incentivar seus eleitores.

Segundo o Virginia Public Access Project, um observatório político baseado em Richmond, capital do Estado, os votos antecipados na Virgínia caíram 30% esse ano com relação a 2008 e com as zonas eleitorais fechadas por causa do furacão a queda pode aumentar. Os responsáveis dos partidos negam, mas o fenômeno preocupa, principalmente por se tratar de um dos chamados swing-states, os estados que ainda estão indecisos e que podem definir o resultado das eleições.

Reforço

Mas os democratas não perdem tempo e já anunciaram o envio de um reforço de peso para a Virgínia : a primeira dama. Michelle Obama desembarca nessa sexta-feira em Hampton e Petersburg, duas cidades importantes do estado. O objetivo da operação é incentivar os eleitores a irem às urnas o mais rápido possível, de preferência antes de 6 de novembro, último dia para ir votar, para que ninguém tenha desculpa para não participar do processo democrático.

Já do lado republicano Mitt Romney continua sua maratona. Nessa quarta-feira ele visita três cidades na Flórida, outro Estado indeciso na corrida pela Casa Branca.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.