EUA/Eleições

Tecnicamente empatados, Obama e Romney encaram a reta final

Obama faz parada em Concord, em meio a circuito de 8 mil quilômetros em 20 horas.
Obama faz parada em Concord, em meio a circuito de 8 mil quilômetros em 20 horas. REUTERS/Larry Downing

A corrida eleitoral nos Estados Unidos entre o presidente Barack Obama e seu oponente republicano Mitt Romney permanece tecnicamente empatada, a dois dias das eleições presidenciais, de acordo com duas pesquisas divulgadas neste domingo. A votação deve ser uma das mais apertadas da história do país.

Publicidade

O presidente Barack Obama e o rival republicano Mitt Romney continuam neste domingo em ritmo acelerado pelos Estados Unidos, no penúltimo dia da campanha pela Casa Branca, uma disputa que segundo as pesquisas está empatada. A pesquisa encomendada pela emissora ABC News e o jornal Washington Post coloca os dois concorrentes em pé de igualdade, com 48% de intenções de voto. Entre os eleitores independentes, que podem definir o resultado, ambos estão com 46%.

Já a pesquisa diária Reuters/Ipsos afirma que 48% dos eleitores votarão no democrata Obama, enquanto 47% escolherão Romney, ex-governador de Massachusetts. O intervalo de credibilidade da pesquisa é de 3,4 pontos percentuais para mais ou para menos.

Obama e Romney travam uma disputa acirrada nas últimas semanas. No final de semana, os dois fizeram suas aparições finais nos Estados cruciais, na esperança de mobilizar os eleitores indecisos e encorajar seus apoiadores a votar - o voto não é obrigatório nos Estados Unidos. Romney optou pela Pensilvânia.
“Dois dias e nós começaremos a trabalhar”, declarou o candidato republicano, em Des Moines, Iowa. "O presidente pensa que a resposta é mais governo. Não, a resposta é mais empregos de qualidade", disse.

Enquanto isso, o atual presidente continuava a sua maratona por cinco estados em apenas 20 horas, num total de 8 mil quilômetros percorridos hoje. Pela manhã, Obama foi a New Hampshire, um Estado tradicionalmente democrata mas que vem sendo cortejado pelo candidato republicano.

Depois, o democrata seguiu para Concord, onde discursou logo após o ex-presidente Bill Clinton. "Em última instância, a decisão é de vocês. Vocês têm o poder. Vocês tomarão a decisão, em dois dias, que moldará o destino do país nas décadas por vir", disse Obama, que seguiu para Fort Lauderdale, na Flórida. Seu último palanque deve ser em Aurora, no Colorado.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI