Acesso ao principal conteúdo
EUA/Eleições

Barack Obama é reeleito presidente dos Estados Unidos

Barack Obama comemora sua reeleição ao lado da primeira-dama Michelle e do vice-presidente Joe Biden e sua esposa, no centro de convenções de Chicago.
Barack Obama comemora sua reeleição ao lado da primeira-dama Michelle e do vice-presidente Joe Biden e sua esposa, no centro de convenções de Chicago. REUTERS
Texto por: Silvano Mendes
3 min

O democrata Barack Obama foi reeleito para mais quatro anos de mandato à frente da Casa Branca. O resultado foi anunciado pela imprensa norte-americana e pelo próprio presidente após a divulgação dos número provisórios de Ohio, um dos estados decisivos dessas eleições. A diferença de votos entre Obama e o rival republicano Mitt Romney chegou a ser de apenas 1% em alguns estados.

Publicidade

Enviado especial aos Estados Unidos

A contagem de votos ainda terminou, mas já se sabe que Barack Obama conquistou os estados mais importantes, como a Califórnia (55 colégios eleitorais), Illinois (20), Michigan (16), Nova York (29), Pensilvânia (20), e Ohio (18). Já estados como Texas (38), Geórgia (16) e Carolina do Norte (15), Arizona, Indiana e Tennessee (todos com 11 colégios eleitorais) ficaram com os republicanos.

No sistema americano de votação indireta, o vencedor é quem recebe mais de 270 votos de um total de 538 "grandes eleitores" que compõem o colégio eleitoral. Barack Obama já garantiu ao menos 303. 

Depois de Bill Clinton, Barack Obama torna-se o segundo presidente democrata a renovar seu mandato por mais quatro anos na Casa Branca desde a Segunda Guerra Mundial. Outro recorde: desde os anos 30, nenhum presidente conseguia se reeleger com um índice de desemprego acima de 7,2%.

Eram 2h15 da madrugada, no horário de Brasília, quando as redes de televisão americanas anunciaram o resultado, confirmado pela vitória de Obama sobre o adversário republicano Mitt Romney em dois estados-chave da batalha eleitoral, Ohio e Iowa.

O próprio presidente Barack Obama confirmou sua vitória após a divulgação dos resultados provisórios de Ohio. “Isso aconteceu por causa de vocês. Obrigado”, declarou o presidente em sua conta no Twitter.

A vitória democrata foi mais ampla do que apontavam as pesquisas, porém mais apertada do que em 2008. Obama manteve mais dois estados dos chamados "swing states", Colorado e Virgínia, historicamente republicanos, mas que já tinham passado para o campo democrata na eleição passada.

Mitt Romney reconheceu a derrota em um breve discurso diante de eleitores decepcionados que o aguardavam no centro de Convenções em Boston. O ex-governador de Massachussets parabenizou Obama e agradeceu sua equipe, principalmente o candidato a vice Paul Ryan.

Uma hora mais tarde Obama subiu ao palco do centro de convenções de Chicago, acompanhado da mulher Michele e das filhas Sacha e Malia. Ele foi ovacionado pela plateia de 15 mil militantes que aguardavam o discurso da vitória. Obama estendeu a mão ao rival republicano, dizendo que finalmente poderiam trabalhar juntos.

Barack Obama assume o segundo mandato em janeiro e deve enfrentar sérias dificuldades para governar com o Congresso eleito nesta terça-feira. Os republicanos mantiveram a maioria na Casa e os democratas conservaram o Senado.

Os americanos também elegeram governadores em onze estados nessa terça-feira e deram sua opinião em mais de 170 referendos locais.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.