EUA/tempestade

Depois de Sandy, Nova York se prepara para nova tempestade

Nova tempestade ameaça Nova York
Nova tempestade ameaça Nova York REUTERS/Eduardo Munoz

As autoridades do estado de Nova York e de Nova Jersey pediram que os habitantes dos bairros próximos da zona costeira devastada pelo furacão Sandy deixem o local, diante da ameaça de uma nova tempestade que deve atingir a região nesta quarta-feira.

Publicidade

Por medidas de precaução, o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, ordenou o fechamento dos parques e das praias da cidade, além da interrupção dos canteiros de obras públicas. As áreas que deverão ser evacuadas são as mesmas que foram atingidas pelo furacão Sandy na semana passada, como o Queens, ou a zona sul de Long Island. Os habitantes de pelo menos duas cidades costeiras de New Jersey também deverão deixar suas casas.

Nas próximas horas, segundo as previsões dos serviços meteorológicos, os ventos violentos poderão provocar um aumento do nível do mar, e atingir as casas que já estão com a estrutura fragilizada depois da passagem do Sandy. A FEMA, a agência federal que atua em situações de emergência, declarou que está se preparando para a chegada do Nor’easter, nome dado habitualmente às tempestades no norte do país. A previsão é que os ventos atinjam a velocidade de 80 quilômetros por hora. Milhares de pessoas ainda continuam sem eletricidade em Nova York depois da passagem do Sandy.

Companhias aéreas cancelam voos

As companhias American Airlines e American Eagle anunciaram o cancelamento de novos voos em direção de Nova York nesta quarta-feira, à partir do meio-dia. No total 209 foram anulados, indicaram as companhias. O tráfego aéreo deve voltar ao normal nesta quinta-feira pela manhã. O aeroporto JFK também pediu aos passageiros que verificassem seus voos.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI