Petróleo/Vazamento

BP vai pagar multa recorde por vazamento de petróleo nos EUA

Equipes tentam conter o fogo após explosão na plataforma de petróleo Deepwater Horizon, em 2010.
Equipes tentam conter o fogo após explosão na plataforma de petróleo Deepwater Horizon, em 2010. US Coast Guard/Wikimedia Commons

A gigante britânica do petróleo BP anunciou que vai pagar uma multa de 4,5 bilhões de dólares às autoridades norte-americanas. O montante faz parte de um acordo assinado com Washington para interromper o processo sobre a maré negra que atingiu o Golfo do México em 2010. Essa já está sendo considerada a maior pena do gênero na história dos Estados Unidos.

Publicidade

A multa faz parte de um acordo amigável firmado entre a gigante britânica do petróleo e as autoridades norte-americanas para o abandono do processo lançado após a explosão de uma das plataformas da BP, que provocou uma maré negra no Golfo do México em 2010. Um julgamento deveria ser organizado em fevereiro de 2013, mas a empresa conseguiu negociar uma indenização antes da audiência.

O grupo petroleiro anunciou em um comunicado que reconhece ser culpado das acusações de erro profissional e negligências ligadas à explosão que resultou na morte de onze pessoas e provocou uma verdadeira catástrofe ecológica na região. “Todos nós na BP sentimos muito pela perda trágica de vidas causadas pelo acidente da Deepwater Horizon e também pelo impacto da maré negra na costa do Golfo”, declarou o diretor-geral da empresa, Bob Dudley.

O valor total do acordo é de 4,5 bilhões de dólares, que serão pagos em um período de seis anos. A multa, um recorde na história norte-americana, será paga ao ministério americano Justiça (DOJ na sigla em inglês). No entanto, esse montante não se refere aos processos civis federais, privados ou lançados diretamente por alguns estados que ainda estão em andamento.

A explosão da plataforma Deepwater Horizon, ocorrida em 20 de abril de 2010 a 80km da costa de Nova Orleans, no sul dos Estados Unidos, despejou centenas de milhões de litros de petróleo bruto no Golfo do México. O poço só foi fechado quatro meses após o início do vazamento.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI