Acesso ao principal conteúdo
Venezuela/ Hugo Chávez

Chávez aparece pela primeira vez em foto e ainda respira por aparelhos

Presidente Hugo Chávez ao lado das filhas em hospital de Havana, em Cuba
Presidente Hugo Chávez ao lado das filhas em hospital de Havana, em Cuba Televisão Venezuelana/Reprodução
Texto por: RFI
3 min

A televisão pública venezuelana (VTV) publicou nesta sexta(15) as primeiras fotos do presidente Hugo Chávez desde a sua operação. O líder venezuelano tinha se submetido à uma intervenção cirúrgica no dia 11 de dezembro em um hospital de Cuba, por causa de um câncer.

Publicidade

Em uma das quatro fotos publicadas nesta sexta, o presidente Hugo Chavez aparece sorrindo, ao lado das filhas Rosa Virginia e María Gabriela e segurando um exemplar do jornal cubano "Granma", datado de 14 de fevereiro de 2013. O presidente está internado em um hospital de Havana, em Cuba. Chávez ainda se recupera de uma cirurgia contra um câncer na região pélvica. Segundo o governo venezuelano, ele ainda não consegue falar por causa da respiração feita por aparelhos. "Ele respira com a ajuda de um tubo na traquéia, que o impede temporariamente de se expressar", assinalou o ministro da Comunicação venezuelano, Ernesto Villega.

Segundo o ministro, o presidente se recupera bem. Villegas também informou que Chávez lutou contra uma infecção respiratória no início de janeiro, que já está sob controle. O ângulo do qual foram tiradas as fotos e a gola da vestimenta do presidente impedem que os tubos respiratórios sejam vistos.

Desde a sua última aparição pública no fim do ano, Hugo Chávez não se expunha diante das câmeras nem falava. O principal opositor ao presidente venezuelano, o governador Henrique Capriles, acusou, nesta quinta(14), o governo de "mentir" sobre o estado de saúde do líder, afirmando que Chávez não teria mais condições de falar ou de assinar decretos. As declarações de Capriles tem sido desmentidas pelos ministros de Chávez nas últimas semanas.

Aos 58 anos, e no poder desde 1999, Hugo Chávez foi reeleito para mais um mandato de 6 anos no último dia 7 de outubro. O líder venezuelano deveria prestar juramento no dia 10 de janeiro, perante a Assembleia Nacional, para iniciar mais um mandato, como previsto pela Constituição do país.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.