Acesso ao principal conteúdo
Argentina/Grã-Bretanha

Moradores decidem em referendo que as Malvinas são britânicas

Os habitantes das Ilhas Malvinas, ou Falklands para os britânicos, decidiram nesta segunda-feira (11), por maioria absoluta, manter Malvinas território britânico.
Os habitantes das Ilhas Malvinas, ou Falklands para os britânicos, decidiram nesta segunda-feira (11), por maioria absoluta, manter Malvinas território britânico. REUTERS/Marcos Brindicci
Texto por: RFI
2 min

Malvinas para a Argentina. Falkland Islands para os britânicos. Os habitantes do arquipélago optaram pela permanência da ilha como território autônomo britânico em um referendo cujos resultados oficiais foram divulgados na noite desta segunda(11). O premiê britânico, David Cameron, pediu que os argentinos respeitem o resultado.

Publicidade

O resultado é quase unânime: 99,8% dos eleitores das Malvinas disseram "sim" à permanência das ilhas como território autônomo britânico. Para esse referendo inédito, dez observadores internacionais supervisionaram a votação.

A publicação do resultado foi muito comemorada nas ruas da capital, Stanley. Moradores foram às ruas ostentando cartazes de apoio ao Reino Unido e bandeiras. O chanceler britânico, William Hague, comemorou o resultado e afirmou que esse referendo mostrou "claramente" que os habitantes da região querem continuar ligados ao Reino Unido. O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse que está feliz com a decisão. "Os habitantes das Falklands não poderiam ter enviado uma mensagem mais clara. Eles querem continuar como britânicos e este voto deve ser respeitado por todo o mundo, principalmente a Argentina", disse Cameron.

Um total de 92% dos 1672 eleitores participaram do referendo. Apenas três pessoas se manifestaram contra a manutenção do arquipélago pela Grã-Bretanha.

A Argentina, porém, considerou a votação ilegal. O governo argentino insiste em uma negociação bilateral apenas com o governo britânico, para recuperar o território que tem potencial de exploração petrolífera. A Argentina reivindica as ilhas Malvinas e chegou a se aventurar em uma guerra sem sucesso contra o Reino Unido em 1982, que deixou mais de 900 mortos. Situadas a 400 km da costa argentina e a 12.700 km de Londres, as Malvinas estão sob controle britânico desde 1833.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.