Venezuela/Presidenciais

Megacomícios encerram campanha na Venezuela

Comício de Henrique Capriles em Mérida.
Comício de Henrique Capriles em Mérida. REUTERS/Carlos Garcia Rawlins
Texto por: RFI
2 min

Termina nesta quinta-feira, 11 de abril de 2013, na Venezuela a campanha eleitoral para a presidencial de domingo. Os dois principais adversários, o chavista Nicolás Maduro, presidente interino, e o opositor Henrique Capriles têm megacomícios programados. Mais uma vez os candidatos vão reafirmar suas promessas, voltadas principalmente aos eleitores de baixa renda.

Publicidade

Se depender das promessas dos candidatos e independentemente do resultado das urnas no próximo domingo, o trabalhador venezuelano sairá ganhando dessas eleições. O presidente interino e candidato do chavismo, Nicolás Maduro, promete se eleito elevar o salário mínimo em até 45% este ano, dando continuidade "a política de Chávez que aumentava religiosamente todos os anos salário dos trabalhadores acima da inflação".

O candidato da oposição, Henrique Capriles, também promete um aumento de 40%, "para compensar a perda do poder aquisitivo depois da grande desvalorização do bolívar diante do dólar, decidida pelo governo em fevereiro". As promessas serão reiteradas nos últimos comícios de hoje.

Em tom de "já ganhei" Maduro, que lidera todas as pesquisas de opinião, fará um megacomício em sete avenidas de Caracas. O evento terá a presença do ex-craque de futebol argentino, Diego Maradona, amigo fiel do ex-presidente Hugo Chávez e da Venezuela.

O líder da oposição, Capriles reunirá seus partidários em Barquisimeto, no oeste do país. O comício de ontem do candidato da direita Capriles em Mérida foi marcado por distúrbios que deixaram nove feridos. Governo e oposição se acusam mutuamente pela responsabilidade dos incidentes.

Cerca de 150 mil militares estão mobilizados para garantir a segurança das eleições presidenciais na Venezuela. A votação acontece no próximo domingo, 14 de abril. Os eleitores vão escolher o sucessor de Hugo Chávez, morto no último dia 5 de março.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI