Colômbia/Sequestro

Farc libertam militares e abrem caminho à retomada de diálogo

O ministro da Defesa da Colômbia, Juan Carlos Pinzon (esq.), conversa com o general Ruben Alzate (dir.) recém-libertado pelas Farc, na base militar de Rionegro Antioquia.
O ministro da Defesa da Colômbia, Juan Carlos Pinzon (esq.), conversa com o general Ruben Alzate (dir.) recém-libertado pelas Farc, na base militar de Rionegro Antioquia. REUTERS

Depois de 15 dias sequestrados pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), o general Rubén Alzate, a advogada Gloria Urrego e o cabo Jorge Rodriguez foram liberados neste domingo (30) no departamento de Chocó, na Colômbia. Os reféns foram entregues a uma comissão composta pela Cruz Vermelha e por representantes de Cuba e da Noruega, mediadores do diálogo de paz entre as Farc e o governo colombiano. 

Publicidade

Mariana Clini Diana, correspondente da RFI em Bogotá

O general e seus acompanhantes foram levados do departamento de Chocó, em um helicóptero da Cruz Vermelha, para uma base militar na cidade de Medellín. Em seguida, o exército transportou os três ex-reféns a Bogotá para passarem por exames médicos e reencontrarem seus familiares.

As FARC, em sua página web, reafirmaram a necessidade de um cessar-fogo bilateral, para que não voltem a ocorrer outros incidentes hostis, comuns em um conflito armado. Também agradeceram o papel fundamental realizado por Cuba, Noruega e a Cruz Vermelha no processo de liberação.

Já o presidente Juan Manuel Santos, em um comunicado no site da presidência, demonstrou sua rejeição pelos últimos sequestros e afirmou que a atitude de liberação por parte das FARC “contribui para a recuperação de um clima propício para continuar os diálogos”.

O general Alzate, o cabo e a advogada foram sequestrados no dia 16 de novembro, depois de ingressarem em área dominada pela guerrilha, no departamento de Chocó, sem cumprir os protocolos de segurança exigidos para membros do exército. O fato provocou a suspensão unilateral dos diálogos de paz com as FARC por parte do presidente Santos, ocasionando a pior crise no processo de negociações em dois anos.

Com o cumprimento das FARC em liberar os cinco sequestrados - dois soldados, o general Alzate, o cabo Rodriguez e a advogada Urrego -a população colombiana aguarda com expectativa o reinicio dos diálogos de paz com esta guerrilha.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI