ANGOLA

Mães de activistas angolanos saem à rua amanhã

Jovem activista Manuel Baptista Chivonde "Nito Alves"
Jovem activista Manuel Baptista Chivonde "Nito Alves" DR

Os familiares dos activistas detidos em Angola desde 20 de Junho, indiciados de rebelião e tentativa de golpe de Estado, mas ainda sem culpa formada, vão concentrar-se amanhã a partir das 15 horas na Praça da Independência, no mesmo dia em que se assinala o 73° aniversário do Presidente José Eduardo dos Santos.

Publicidade

Adália Chivonde, mãe do activista Manuel Chivonde "Nito Alves", várias vezes detido e torturado na prisão, considera que "as ruas vão estar em festa, mas nós estamos tristes, porque os nossos filhos estão doentes e em células solitárias na cadeia" e interroga-se "de que são culpados ?" 

Adália Chivonde que foi agredida pela polícia na precedente manifestação dia 8 de Agosto, é uma das assinantes da petição para a organização desta concentração, entregue dia 24 de Agosto  ao Governo Provincial de Luanda, após a sua proibição pelo mesmo alegando que ao abrigo da lei "nos dias úteis cortejos  e desfiles não podem ter lugar antes das 19 horas" e alertou os parentes dos detidos para o facto de que se não respeitássem esta decisão, poderiam ser punidos.

Adália Chivonde espera que a concentração de amanhã se possa realizar e mantém a esperança de que o seu filho e os outros activistas sejam libertados.

Adália Chivonde, mãe do activista Nito Alves

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI