Acesso ao principal conteúdo
Angola

Angola: solidariedade para com Nuno Dala

Liberdade aos heróis da nova Angola
Liberdade aos heróis da nova Angola Central Angola
8 min

Vigílias convocadas para hoje, amanhã e depois em solidariedade para com o activista Nuno Álvaro Dala em greve de fome desde 10 de Março, um dos 17 activistas indiciados de "rebelião e associação de malfeitores".

Publicidade

Em solidariedade para com Nuno Álvaro Dala, detido a 7 de Março e que está em greve de fome desde 10 de Março no Hospital Prisão de São Paulo em Luanda, para reclamar a devolução dos bens que lhe foram apreendidos por ocasião da sua detenção em Junho de 2015, foram convocadas vigílias para esta sexta-feira, sábado e domingo (25,26 e 27/03).

Laurinda Gouveia, activista angolana indiciada de crime de rebelião e associação de malfeitores

Nuno Dala de 31 anos de idade, sofre de diabetes e o seu estado de saúde deteriora-se de dia para dia.

As vigílias foram convocadas em frente à Igreja da Sagrada Família em Luanda, cuja escadaria foi vedada, sendo que nesta sexta-feira Santa a igreja católica organiza uma procissão, pelo que às 18 horas locais pouca gente se encontrava no local, aguardando-se mais gente nas próximas horas, mas até esse momento não se registou presença policial.

Como disse à RFI uma das presentes Laurinda Gouveia, uma das 17 pessoas indiciadas de "rebelião e associação de malfeitores" no caso conhecido como dos "15+2" cuja sentença será conhecida na próxima segunda-feira (28/03) e cujo desfecho será quanto a ela "vamos todos ser condenados".

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.