Acesso ao principal conteúdo
Angola

José Eduardo dos Santos apela ao diálogo no Burundi

Luanda, Angola
Luanda, Angola Miguel Martins
Texto por: RFI
1 min

Angola renovou hoje o mandato de dois anos à frente da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos. A situação no Burundi, Sudao do sul e RDC, marcaram a ordem dos trabalhos. O Presidente angolano, José Eduardo dos santos, apelou para a intensificação do diálogo de paz no Burundi.

Publicidade

A sexta cimeira de chefes de Estado da Conferencia realizou-se, esta terça-feira em Luanda, com a presença dos presidentes do Quénia, República do Congo, Uganda e República Democrática do Congo. O Presidente de Angola apelou para a intensificação do diálogo de paz no Burúndi de forma a ultrapassar o impasse pós-conflito eleitoral.
Sobre a Situação na Republica Democrática do Congo, o chefe de Estado angolano saudou o trabalho de  Joseph Kabila que está a aplicar as decisões da cimeira sobre os rebeldes da FDLR, fazendo votos de êxito " na condução do diálogo para a reconciliação e consolidação da democracia".

José Eduardo dos Santos não se pronunciou sobre a reunião que decorreu, na semana passada, em Bruxelas e no qual as principais forças da oposição exigiram ao Presidente da República Democrática do Congo que deixe o poder no dia 20 de Dezembro. Um encontro no qual Angola, que preside a CIRGL, não esteve presente.

José Eduardo dos Santos felicitou aida os dirigentes do Sudão do Sul pelos êxitos alcançados no diálogo, no restabelecimento da paz e na formação do Governo de União Nacional.

Angola assumiu hoje o segundo mandato da Conferencia Internacional da Região dos Grandes Lagos lugar que vai ocupar até 2018. 
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.