Acesso ao principal conteúdo
ANGOLA

Angola: 41° aniversário da independência

Angola festeja hoje o 41° aniversário da independência, que foi proclamada a 11 de Novembro de 1975 por Agostinho Neto.
Angola festeja hoje o 41° aniversário da independência, que foi proclamada a 11 de Novembro de 1975 por Agostinho Neto. Lusa
Texto por: RFI
5 min

 Angola festeja hoje o 41° aniversário da independência, que foi proclamada a 11 de Novembro de 1975 por Agostinho Neto. Depois da guerra civil, o país enfrenta hoje vários problemas políticos, económicos e sociais. Foi um aspecto, aliás, sublinhado pelo vice-presidente Manuel Vicente nas cerimónias de comemoração deste aniversário. 

Publicidade

O acto político central deste 41° aniversário decorreu hoje em Ndalatando, na província do Cuanza Norte, onde o vice-presidente de Angola, Manuel Vicente, marcou presença. Este voltou a destacar a crise económica que o país enfrenta e apelou a um esforço de todos os angolanos no programa de diversificação da economia do país, de maneira a permitir que Angola deixe de estar dependente do petróleo.

No entanto, os angolanos consideram que continuam a haver muitas metas por alcançar para Angola, tal como o respeito dos direitos humanos, a reconciliação política no país e o combate à pobreza extrema. É, aliás, de consenso comum a vontade de abrir uma nova era política e social em Angola, que permita ao país assegurar um futuro estável. 

Em baixo, confira a crónica do nosso correspondente em Luanda, Avelino Miguel, acerca do assunto. 

Crónica de Avelino Miguel, correspondente da RFI em Luanda

Sonangol

Entretanto, Isabel dos Santos, presidente do conselho de administração da petrolífera Sonangol, tem uma providência cautelar pendente na justiça. Em causa está a sua nomeação para o cargo pelo seu pai e chefe de Estado.

Esta afirmara anteontem que, por detrás do processo, estavam manobras políticas. Citara nomeadamente o advogado David Mendes, do colectivo "Mãos Livres", como fazendo, aliás, parte da CASA-CE, na oposição.

Este vem agora a público alegar que o que está em causa é tão somente um processo legal, descartando qualquer aproveitamento político. Confira em baixo.

Advogado David Mendes, do colectivo "Mãos Livres"

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.