Acesso ao principal conteúdo
Convidado

"Se ganhar FNLA reforma Estado angolano"

Áudio 08:02
Lucas Ngonda, líder da Frente Nacional de Libertação de Angola
Lucas Ngonda, líder da Frente Nacional de Libertação de Angola Miguel Martins/RFI

A Frente Nacional de Libertação de Angola concorre às eleições gerais de 23 de Agosto com outras cinco formações políticas. No programa eleitoral, que assenta em nove eixos, o FNLA propõe a reforma do Estado angolano, com Assembleia Nacional e Senado, a eleição separada do chefe de Estado e ainda o regresso à figura do primeiro-ministro como chefe do governo. Aos setenta e sete anos, Lucas Ngonda, presidente do partido, que concorre pela segunda vez ao cargo de chefe de Estado explicou à RFI as linhas gerais do programa político do FNLA. 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.