Acesso ao principal conteúdo
Angola

ONGs denunciam presença militar em Cabinda e nas Lundas

Mapa da África com destaque para cabinda.
Mapa da África com destaque para cabinda. DR
Texto por: RFI
4 min

Em Angola, a uma semana das eleições gerais, as ONGs de direitos humanos denunciam a forte presença de efectivos militares e da polícia em Cabinda e nas Lundas, uma presença que pode prejudicar o processo eleitoral ao inibir os eleitores de irem votar.

Publicidade

No contexto das próximas eleições gerais de 23 de Agosto, os debates políticos estão a multiplicaram-se na sociedade angolana e em tudo país tendo em conta as espectativas sobre o novo rumo político de Angola.

Duas regiões do país são alvo de particular atenção por parte das forças de segurança por serem pontos sensíveis. Trata-se das regiões de Cabinda e das Lundas onde movimentos independentistas estão a reivindicar autonomia e autodeterminação. Uma situação que poderia desestabilizar as eleições nestas duas zonas.

Recorde-se que a região de Cabinda concentra as principais riquezas em petróleo e a região das Lundas possui uma das maiores reservas de diamantes do mundo, entre outros recursos.

Esta semana, as organizações de direitos humanos denunciaram o aumento da repressão contra manifestantes e afirmam que a presencia policial pode prejudicar o processo eleitoral. As forças armadas estariam a intimidar as populações nas duas regiões e também na província do Zaire rica de petróleo, o que poderia por em causa o processo eleitoral e a liberdade de voto.

Segundo os activistas dos direitos humanos as populações dessas duas zonas vivem num estado de extrema pobreza e nunca foram alvo de prioridade nos programas desenvolvidos pelo Presidente José Eduardo dos Santos.

Ouça as explicações de Avelino Miguel, o nosso correspondente em Luanda.

Correspondência de Luanda, Avelino Miguel

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.