Acesso ao principal conteúdo
eleições gerais angolanas 2017

CNE actualiza resultados das eleições angolanas

Representantes da Comissão Nacional Eleitoral a contarem os votos na noite de 23 de Agosto 2017.
Representantes da Comissão Nacional Eleitoral a contarem os votos na noite de 23 de Agosto 2017. MANUEL DE ALMEIDA/ LUSA
Texto por: RFI
4 min

De acordo com a actualização da contagem dos votos divulgada esta Sexta-Feira pela Comissão Nacional Eleitoral. O MPLA venceu as eleições gerais angolanas com 61,10% dos votos, elegendo João Lourenço como o próximo Presidente da República. Segundo esses resultados ainda provisórios, o MPLA perdeu 25 deputados na Assembleia Nacional e UNITA alcançou um resultado histórico.

Publicidade

De acordo com os dados avançados pela porta-voz da CNE, Júlia Ferreira, quando estão escrutinados 9.114.386 votos (97,82% do total), o Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) lidera a contagem nacional, com 4.071.525 votos (61,10%), seguido da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), com 1.780.038 votos (26,71%)

Com este resultado, o MPLA perdeu 25 deputados na Assembleia Nacional e conservou um total de 150 mandatos. A confirmar-se, isto significaria que pode conseguir manter a maioria qualificada (acima dos 147 deputados eleitos), apesar da forte quebra da votação face às eleições gerais de 2012.

Nas eleiçoes gerais de 2012, as últimas às quais concorreu como cabeça-de-lista do MPLA José Eduardo dos Santos, o MPLA arrecadou 4.135.503 votos, equivalente a 71,80% da votação e 175 deputados, o que na altura já representou menos de 16 mandatos.

No plano oposto, a União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA) obteve o seu melhor resultado desde a paz. Nas últimas eleiçoes gerais de 2012, a UNITA tinha conquistado 1.074.565 votos (18,7% do total) e 32 deputados na Assembleia Nacional.

Mais detalhes sobre os resultados das eleições gerais em Angola com Avelino Miguel.

Correspondência de Avelino Miguel

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.