Africa

Angola: exoneração de altos funcionários da segurança

Presidente de Angola, João Lourenço
Presidente de Angola, João Lourenço PEDRO PARENTE/LUSA

Depois da detenção de altos funcionários do ministério das Finanças, foram exonerados oficiais gerais da polícia nacional e da secreta.

Publicidade

Segundo um comunicado divulgado hoje pela presidência da República angolana, o Presidente João Lourenço exonerou dos seus cargos o comandante geral da polícia Ambrósio de Lemos e o chefe da segurança militar, o general António José Maria.

Para os mesmos lugares foram nomeados respectivamente, o general Apolinário José Pereira para chefiar os serviços de inteligência e segurança militar e o embaixador em São Tomé e Principe, Alfredo Mingas comandante geral da polícia.

Antes de deixar a chefia do Estado, o antigo presidente José Eduardo dos Santos tinha reconduzido nos seus cargos os dois oficiais generais, hoje exonerados.

Entretanto, o ministério das Finanças confirmou no sábado 18 de Novembro a notícia da detenção do director nacional do Tesouro, Edson Augusto dos Santos Vaz, e a funcionária sénior Ilda Jambapor suspeita de desvio de fundos.

Mais pormenores com Avelino Miguel.

Avelino Miguel, correspondente da RFI em Luanda

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI