Acesso ao principal conteúdo
Angola / Lesoto

Militares angolanos em missão de seis meses no Lesoto

Vista de Maseru, capital do Lesoto, para onde se dirige um contingente de militares angolanos
Vista de Maseru, capital do Lesoto, para onde se dirige um contingente de militares angolanos REUTERS/Siphiwe Sibeko
Texto por: RFI
1 min

Tropas angolanas partiram ontem, Quinta – feira, para o Reino de Lesoto, com a  missão de ajuda na estabilidade daquele país da Africa Austral. O contingente angolano é composto por 164 militares, e a sua missão deverá durar seis meses. O ministro da Defesa Nacional, Salviano de Jesus Sequeira, pediu aos militares para honrarem a Nação com o mais elevado sentido do dever, observando o rigor, competência, espírito de entre-ajuda e disciplina.

Publicidade

Durante a cerimónia de despedida das tropas, em Luanda, o Ministro da Defesa Nacional, Salviano de Jesus Sequeira, afirmou que Angola lembrou que Angola integra esta missão na qualidade de presidente do Órgão para a Política, Defesa e Segurança da SADC, contribuindo assim para a estabilidade política e de segurança no Lesoto.

Por seu turno, o Brigadeiro Sabino Saara, Comandante de todo o contingente da SADC, assegurou igualmente que Angola vai prestar o seu apoio na estabilidade do Lesoto, e que as tropas vão para uma missão de seis meses renováveis.

Esta é a primeira missão de operações de apoio à paz em que Angola participa no âmbito de uma organização regional, respeitando assim a Carta das Nações Unidas.

Recorde-se que o Lesoto vive uma situação de instabilidade político-militar, que se agudizou a 5 de Setembro último, quando o Chefe do Estado-maior do Exército, general Khoantle Motsomotso, foi morto durante um tiroteio registado numa caserna.

No mesmo incidente foram igualmente mortos dois outros oficiais, o general Bulane Sechele e o coronel Tefo Hashatsi

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.