Acesso ao principal conteúdo
Angola

Angola: 29 activistas detidos em Cabinda

Cabinda, Angola
Cabinda, Angola ISSOUF SANOGO / AFP
Texto por: RFI
3 min

Em Angola, 29 activistas foram detidos em Cabinda, quando se organizavam para iniciar um protesto contra a violações de direitos humanos e a degradação social no território.

Publicidade

29 activistas foram detidos em Cabinda, quando se organizavam para iniciar um protesto contra as violações de direitos humanos e a degradação social no território.

Esta manifestação era o primeiro teste à tolerância do novo Presidente angolano João Lourenço.

A manifestação tinha sido convocada pela Associação para o Desenvolvimento da Cultura dos Direitos Humanos em Cabinda, para exigir o fim da "impunidade, assassínios, desemprego, prisões arbitrárias, perseguições e degradação social".

De acordo com Alexandre Kuanga, coordenador da Associação para o Desenvolvimento da Cultura dos Direitos Humanos em Cabinda e porta-voz da marcha, a manifestação não tinha sido proibida.

Avelino Miguel, correspondente em Luanda

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.