Acesso ao principal conteúdo
Convidado

“A Primavera do Exílio” num “estranho mês de Maio”

Áudio 09:01
Universidade de Paris-Sorbonne. 20 de Maio de 1968.
Universidade de Paris-Sorbonne. 20 de Maio de 1968. Arquivos / AFP
Por: Carina Branco

Maio de 68 foi “uma tribuna” para muitos exilados denunciarem o salazarismo e a guerra colonial, mas foi também “um estranho mês de maio” em que o medo acossou milhares de portugueses. É o que mostra José Vieira nos filmes “A Primavera do Exílio” e “Le Drôle de Mai”, dois documentários que abordam um Maio de 68 com sotaque português.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.