Acesso ao principal conteúdo
Angola

Penas pesadas para meliantes que assassinaram jornalista angolana

TV Pública de Angola, que perdeu há mais de 1 ano a jornalista  Beatriz Fernandes. assassinada por meliantes agora julgados
TV Pública de Angola, que perdeu há mais de 1 ano a jornalista Beatriz Fernandes. assassinada por meliantes agora julgados facebook.com/TelevisaoPublicadeAngola
Texto por: RFI
3 min

Em Angola, o Tribunal Municipal de Viana, arredores de Luanda, condenou a 24 anos de cadeia os réus Guelord Kilumbo e Ambrósio Miguel pela morte da jornalista da Televisão Pública de Angola, Beatriz Fernandes e do jovem Jomance Muxito assassinados há cerca de um ano.

Publicidade

Um tribunal provincial de Luanda, condenou com a penas de prisão, sete dos 10 réus implicados no assassinato da jornalista da Televisão Pública de Angola, Beatriz Fernandes.

O assassinato de Beatriz Fernandes e do acompanhante na sua viatura roubada pelos meliantes, Mochito Jomance, registou-se há mais de um ano, nos arredores da cidade de Luanda. O tribunal condenou 7 réus implicados com penas que variam entre entre os dois e vinte quatro anos de prisão maior.

Três dos réus acusados foram absolvidos pelo tribunal por não ter sido provado a sua implicação no crime que indignou a sociedade angolana.

Entretanto, a polícia angolana intensificou o combate ao crime em todo o país, com maior incidência em Luanda, onde os assaltos a mão armada e assassinatos conhecem índices alarmantes.

 

Avelino Miguel, correspondente, em Luanda

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.