Futebol

CAN 2019: Angola procura três pontos frente à Mauritânia

Mateus, capitão da Selecção angolana.
Mateus, capitão da Selecção angolana. FADEL SENNA / AFP

A Selecção angolana está a 24 horas do seu segundo jogo no Campeonato Africano das Nações que decorreu no Egipto. Um encontro frente à Mauritânia do treinador franco-português Corentin Martins.

Publicidade

Um triunfo é quase sinónimo de apuramento para os Palancas Negras: com quatro pontos o sonho dos oitavos-de-final poderia transformar-se em realidade. No entanto para isso, os angolanos têm de vencer a Mauritânia.

As duas selecções conhecem-se bem visto que na fase de apuramento para o CAN estavam no mesmo grupo. Em território angolano, os Palancas Negras venceram por 4-1, e acabaram por ser derrotados na Mauritânia por 1-0.

Bruno Gaspar, lateral-direito que actua no Sporting CP em Portugal, estreou-se oficialmente com a camisola de Angola. Em entrevista à RFI, Bruno Gaspar explicou as sensações que teve ao vestir a camisola dos Palancas Negras e as razões que o levaram a escolher Angola.

Bruno Gaspar, defesa de Angola

Em conferência de imprensa, Corentin Martins, treinador franco-português da Mauritânia, admitiu que para os mauritanos se manterem vivos na competição, é necessário um bom resultado frente aos Palancas Negras.

Corentin Martins, treinador da Mauritânia

Angola e Mauritânia defrontam-se às 14h30, hora TMG, no sábado 29 de Junho no Estádio de Suez. Quanto ao outro encontro do grupo, é já nesta sexta-feira entre a Tunísia e o Mali.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI