Acesso ao principal conteúdo
Angola/Moçambique/Cabo Verde

Natal na África Lusófona num contexto de crise económica

Decorações de Natal.
Decorações de Natal. Aurore MESENGE / AFP
Texto por: RFI
9 min

Em Moçambique, a população prepara-se para os festejos de final de ano, e celebra o Natal num contexto de crise economica e contençao das despesas, como nos diz Orfeu Lisboa de Maputo.Em Cabo Verde, o dia foi de grande azáfama na perspectiva do serão de Natal.O chefe do governo cabo-verdiano deslocou-se ao mercado da cidade da Praia onde desejou um feliz Natal às comerciantes. Os pormenores com o nosso correspondente Odair Santos.Angola celebra o Natal igualmente numa conjuntura de crise economica e na impossibilidade, para parte da populaçao, de dar uma côr mais festiva à consoada, mas na expectativa de dias melhores. Pormenores com a correspondência de Avelino Miguel.

Publicidade

Apesar da crise económica e da subida generalizada dos preços de produtos alimentares de primeira necessidade, os moçambicanos vão mesmo assim celebrar o nascimento de Jesus.

É natal e apesar da laicidade do Estado, a tradição cristã ainda prevalece entre os moçambicanos como o realçou nomeadamente a família de Felicina Machavane, entrevistada por RFI

Se para algumas famílias, o mais importante é o valor religioso que a data representa, para Chinha Tila, esse valor está corrompido e posto em causa por causa da crise económica.

O moçambicano Nuno Manhiça sublinhou que a oração é indispensável, para não ser uma das vítimas desta época do despesismo.

Assim será o natal em casa de muitas famílias moçambicanas, entre o fervor religioso e os malefícios da crise económica.

Correspondência Orfeu Lisboa. Maputo 24 12 2019

Em Cabo Verde, o Natal  é celebrado com actividades religiosas, culturais e de solidariedade.

Desde o início do mês várias acções de cariz social foram realizadas um pouco por todo o país.

Instituições públicas e privadas e organizações não-governamentais distribuíram cabazes de Natal aos mais necessitados e promoveram almoços para idosos e pessoas com deficiência.

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva visitou o maior mercado do país onde foi desejar as boas festas as vendedeiras do mercado da cidade de Praia.

Expressando na língua cabo-verdiana, Ulisses Correia e Silva destacou o facto de com a sua actividade, as vendedeiras contribuem para o crescimento da economia nacional.
 

Quero deixar uma mensagem de muita força a essas mulheres que fazem com que a com que a economia do país cresça, particularmente aqui da cidade da Praia. Desejo a todas um Feliz Natal” Ulisses Correia e Silva.

A Igreja Católica reza a missa de Natal em hospitais e outras organizações religiosas realizam cantadas de Natal.

O dia 24 de Dezembro caracterizou-se, nas ruas das cidades de Cabo Verde, por uma grande azáfama, com os trabalhadores a aproveitarem a tolerância de ponto para efectuar compras de Natal de última hora. À noite a Ceia de Natal tem lugar na convivialidade, em família e com amigos.

Correspondência Odair Santos . Cabo Verde 24 12 2019

Em Angola, as famílias celebram o Natal com em pano de fundo a crise económica,cujo impacto restringe os prazeres da tradicional consoada.

Na impossibilidade material de adquirir alguns bens gastronómicos relacionados com à festiva data,os angolanos optaram por ementas locais, sem perder a esperança de que dias melhores virão para o seu país.

Correspondência Avelino Miguel Luanda 24 12 2019

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.