Acesso ao principal conteúdo
Economias

Angola: trabalhadores da Halliburton em greve há dois meses

Áudio 10:57
Logótipo da empresa norte-americana Halliburton, cujos trabalhadores em Angola estão em greve desde 16 de Dezembro
Logótipo da empresa norte-americana Halliburton, cujos trabalhadores em Angola estão em greve desde 16 de Dezembro Halliburton

Em Angola cerca de 700 trabalhadores da empresa norte-americana Halliburton, prestadora de serviços às empresas do sector petrolífero, estão em greve desde 16 de Dezembro, para exigir o reajustamento dos seus salários ao câmbio actual entre o dólar e o kwanza: 1 dólar vale 495 kwanzas, quando a empresa ilegalmente os paga ao câmbio de 2014, quando 1 dólar valia cerca de 100 kwanzas. 

Publicidade

Até 2013 os trabalhadores do sector petrolífero eram pagos em dólares, mas desde então uma lei obriga ao pagamento em moeda nacional, mas ao câmbio diário definido pelo Banco Nacional de Angola, como refere António Luís Manuel, secretário-geral do Sindicato das Indústrias Petroquímicas e Metalúrgicas de Angola.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.