Angola

Covid 19: Angola encerra fronteiras

Presidente angolano, João Lourenço. Imagem de arquivo de 4 de Abril de 2019 em Moscovo.
Presidente angolano, João Lourenço. Imagem de arquivo de 4 de Abril de 2019 em Moscovo. Pavel Golovkin / POOL / AFP

Angola não regista até ao momento nenhum caso de COVID-19, mas o Presidente João Lourenço, através de um decreto publicado em Luanda, orientou o encerramento das fronteiras do país a partir desta sexta-feira, como medida de prevenção contra a pandemia que abala o mundo.

Publicidade

De acordo com o Decreto do Presidente que se dirigiu aos angolanos,numa curta mensagem à nação, para apelar à serenidade e ao cumprimento das medidas sanitárias, são suspensas todas as reuniões que envolvem mais de 200 pessoas nos próximos 14 dias, renováveis caso seja necessário,tendo em conta a propagação do COVID-19.

Segundo o Decreto Presidencial, que pormenoriza outras medidas, os Ministérios da Saúde e do Interior com regulamentação própria, devem garantir o cumprimento das orientações de prevenção recomendadas pela Organização Mundial da Saúde.

O Ministério das Finanças deve garantir as condições financeiras para sustentabilidade do Sistema Nacional de Saúde.

Angola não conta com um Sistema Nacional de Saúde competente e os

angolanos temem a possível presença do COVID-19 no país, já assolado por várias endemias como a malária, o VIH-SIDA e a tuberculose.

Confira aqui a correspondência de Avelino Miguel em Luanda.

Correspondência de Avelino Miguel

A 8 de Março um cidadão da República democrática do Congo proveniente de França foi o primeiro registado no antigo Zaire.

Um caso que gerou apreensão em Angola, no antigo Congo belga contam-se já 17 casos.

Os dois países partilham uma longa fronteira comum de mais de 2 000 kms.

Numa primeira fase o primeiro caso no Congo Kinshasa foi avançado como se tratando de um belga quando, na realidade dizia respeito a um cidadão do antigo Zaire radicado em França.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI