Acesso ao principal conteúdo
Angola

Angola: Balas da polícia fazem duas vítimas mortais

Repressão policial contra manifestantes em Luanda 15/10/2019
Repressão policial contra manifestantes em Luanda 15/10/2019 LUSA
Texto por: RFI
2 min

Duas pessoas, entre elas um líder sindical, foram mortas por balas da polícia em Luanda, avança fonte sindical. O incidente eleva para cinco o número de indivíduos abatidos pelas forças de segurança desde o início do confinamento no país.

Publicidade

O Secretário Executivo do Sindicato dos Professores e Trabalhadores do Ensino Não Universitário «Lazarino Dos Santos foi morto, segunda-feira à noite, por dois agentes da polícia quando se encontrava à porta de casa. Um vizinho de Lazarino dos Santos foi atingido pelas balas e viria a falecer no hospital», declarou o presidente do sindicato, Avelino Calunga.

As autoridades angolanas já vieram confirmar a morte do sindicalista. « A polícia recuperou o corpo do jovem dirigente sindicalista e inspeccionou a cena do crime, que está a ser investigada, para que se possam conhecer os autores», declarou a imprensa angolana, o porta-voz do ministério do Interior, Waldemar José.

Estas duas mortas elevam para cinco o número de indivíduos abatidos pelas forças de segurança desde o início do confinamento para lutar contra a pandemia do coronavírus. A situação levou várias organizações dos direitos humanos a denunciar o aumento da violência cometida pelas forças de ordem, nos diversos países africanos.

Em Angola, o Presidente João Lourenço decretou, no fim do mês de Março, o estado de emergência para tentar evitar a propagação da Covid-19. O país conta actualmente com 71 casos positivos e quatro óbitos.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.