Acesso ao principal conteúdo
Angola

Funcionários da empresa de Água do Bengo não recebem há seis meses

Funcionários da empresa Pública de Água do Bengo não recebem há seis meses
Funcionários da empresa Pública de Água do Bengo não recebem há seis meses DR
Texto por: RFI
1 min

 Os trabalhadores da empresa Pública de Água e Saneamento da província do Bengo, em Angola, estão há seis meses sem receber salário. A empresa justifica a situação devido à crise financeira que se vive no país e os funcionários pedem a intervenção do Ministério da Energias e Água para encontrar uma solução. 

Publicidade

A denúncia é de Luís Mapa, um dos membros da Comissão Sindical da Central Geral de Sindicatos Livres de Angola (CGSILA) da província do Bengo.

O sindicalista alega que os funcionários estão a viver momentos difíceis devido aos salários em atraso. “Desde que a crise do novo coronavírus, a vida de muitas famílias mudou (...) e as condições de trabalho pioraram”, desabafou.

O responsável sindical refere que a empresa Pública de Água e Saneamento da província do Bengo justifica os salários em atraso devido à falta de receita, motivada pela crise financeira que o país atravessa.

Luís Mapa denuncia ainda a situação ilegal em que se encontram muitos funcionários, que trabalham na empresa há mais de quatro anos sem qualquer tipo de contrato. 

A Central Geral de Sindicatos Livres de Angola pede a intervenção do Ministério da Energias e Água para encontrar o mais breve possível uma solução para os trabalhadores.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.