Acesso ao principal conteúdo
Angola

Morreu o músico angolano Carlos Burity

Carlos Burity um dos principais nomes do Novo Semba em Angola
Carlos Burity um dos principais nomes do Novo Semba em Angola © facebook.com/CarlosBurity
Texto por: Cristiana Soares com Lusa
5 min

Morreu o músico angolano Carlos Burity. O cantor encontrava-se internado em Luanda. Foi um dos principais nomes do Novo Semba em Angola.

Publicidade

 O músico angolano tinha 67 anos e encontrava-se internado na Clínica Girassol. De acordo com o diretor nacional da Cultura, Euclides da Lomba, Carlos Burity morreu vítima de doença prolongada.

Carlos Burity um dos principais nomes do Novo Semba em Angola, iniciou a carreira no início dos anos 70, e em 1974 gravou, com o Grupo Semba, uma selecção de temas que ficaram para sempre na história da música popular angolana.

Em 83 juntou-se ao “Canto Livre de Angola”, um projeto do brasileiro Martinho da Vila e integrou o agrupamento Semba Tropical, que gravou um álbum de sucesso em Londres.

Depois de um longo interregno na carreira, Carlos Burity voltou em 1991 com “Angolaritmo”, no ano seguinte lançou o “Carolina”, “Massemba”, em 1996, “Uanga” em 1998, “Zuela ó Kidi”, em 2002; “Paxiiami”, em 2006, e mais recentemente, “Malalanza”, em 2010.

Foi um dos maiores artistas do Semba e tinha terminado recentemente a gravação de um novo álbum que iria ser lançado este ano.

A morte hoje em Luanda do músico Carlos Burity, dois dias após o falecimento em Lisboa de Waldemar Bastos está a causar consternação entre os artistas angolanos. É o caso de Matias Damásio, autor, compositor e intérprete de sucessos como "Loucos", ele admite ter perdido duas das suas maiores referências musicais.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.