Acesso ao principal conteúdo
Angola

Angola: Família de Inocêncio Matos exige autópsia independente

Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a pobreza.
Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a pobreza. LUSA - Ampe Rogério
Texto por: RFI
3 min

O funeral de Inocêncio Matos, o estudante morto durante a manifestação de 11 de Novembro, em Luanda, ainda não pode ser realizado. A família não concorda com a versão da autópsia apresentada pelo hospital e exige autpsia independente.

Publicidade

O advogado da família do jovem, Zola Bambi, explica que o funeral só será realizado mediante a apresentação de um exame médico forense mais detalhado, testemunhado por um membro da família e um médico independente.

O funeral de Inocêncio Matos estava previsto para segunda-feira, mas foi adiado pela família que contesta a versão da autópsia apresentada pelo hospital. O documento refere que o jovem faleceu devido a ferimentos na cabeça provocados por um objecto contundente, afastando a versão de bala perdida.

A família não concorda com a versão da autópsia apresentada pelo hospital e exige autpsia independente.

O advogado diz que, atendendo às circunstâncias da morte de Inocêncio Matos, a realização de uma autópsia deve ser "obrigatória e determinante" para que se acabarem com as especulações.

Zola Bambi admitiu ainda a possibilidade da polícia nacional poder estar a querer negociar com a família do jovem para "ocultar as reais causas do assassinato".

O Movimento do Observatório para Coesão Social garante que uma negociação só será permitida no caso desta ajudar a esclarecer as verdadeiras causas da morte, jamais no sentido de obstruir a justiça.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.