Angola

Governo angolano suspendeu por irregularidades vários canais de televisão

Governo angolano suspendeu por irregularidades vários canais de televisão
Governo angolano suspendeu por irregularidades vários canais de televisão Rodger BOSCH / AFP

O Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social de Angola suspendeu por irregularidades na sua actividade, os canais televisivos Zap Viva, Vida TV e Record TV África, que emitem na operadora Dstv.

Publicidade

De acordo com a decisão do governo, em Luanda, os canais Zap Viva e Vida TV que possuem registos provisórios, devem regularizar a sua actividade de acordo com a lei.

A decisão em relação à Record África, decorre do facto de a empresa ter, no exercício de função de Director Executivo, um cidadão não nacional, brasileiro, o que é ilegal.

Outra razão é o facto de quadros estrangeiros que exercem a actividade jornalística em Angola, não estarem  credenciados no centro de imprensa.

Segundo o Governo a medida resulta de evidências sobre inconformidades no exercício da actividade depois de efectuado um amplo trabalho de averiguação.

Os três canais surpreendidos com a decisão,prometeram reagir nas próximas horas.

Os canais Zap Viva e Vida TV estão ligados à filha do ex-presidente Tchizé dos Santos.

De Luanda, o nosso correspondente, Avelino Miguel.

Correspondência de Angola, 20/4/2021

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI