Angola

Angola: suspensa greve dos professores

Instituto Técnico de Saúde do bairro Kalawenda no Cazenga, em Luanda
Instituto Técnico de Saúde do bairro Kalawenda no Cazenga, em Luanda © Francisco Paulo

O Sindicato Nacional de Professores (SINPROF) anunciou hoje a suspensão da greve que estava marcada para segunda-feira, 26 de abril, depois da assinatura de um memorando de entendimento com o Ministério da Educação.

Publicidade

Todavia os Professores advertem que em caso de incumprimento a paralisação voltará à ordem do dia.

O secretário-geral do Sindicato Nacional dos Professores, Adma Jinguma, sublinha que os docentes decidiram suspender a greve, porque o Ministério da Educação entendeu acolher as preocupações definidas no caderno reivindicativo.

O representante do SINPROF avança também que o memorando traça um conjunto de acções, com um intervalo de um ano, atendendo à complexidade processo.

Porém Admar Jinguma adverte que, apesar da assinatura do documento, em caso de incumprimento por parte do Ministério da Educação a paralisação voltará à ordem do dia.

“O Governo, através do Ministério da Educação, entendeu acolher as situações que estão a ser reivindicadas. Com a assinatura do memorando vamos suspender a greve."

SINPROF exige do Ministério da Educação  o reajuste dos salários, actualização de categoria e passagem de efectividade de vários professores nos diferentes subsistemas de ensino.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI