Protesto

TPA e ZIMBO suspendem cobertura jornalística das actividades políticas da UNITA

Os jornalistas da televisão pública não vão cobrir as actividades políticas da UNITA.
Os jornalistas da televisão pública não vão cobrir as actividades políticas da UNITA. AMPE ROGERIO / AFP

A manifestação organizada em Luanda no fim de semana pelo maior partido da oposição, a UNITA, para exigir transparência na legislação eleitoral, no decurso da qual equipas de reportagens dos dois canais públicos de televisão TPA e ZIMBO foram alvos de injúrias e ameaças, continua animar o debate político em Angola.

Publicidade

As injúrias e ameaças foram protagonizadas por militantes e simpatizantes da UNITA que protestavam contra a falta de isenção dos dois canais de televisão na cobertura das actividades dos partidos políticos da oposição, dando maior espaço o partido no poder, o MPLA.

Em reacção aos acontecimentos, as direcções da TPA e ZIMBO, decidiram suspender a cobertura jornalística das actividades políticas da UNITA. Apesar de o líder da UNITA, ter condenado o comportamento dos militantes e simpatizantes, o partido publicou um comunicado no qual questiona a falta de isenção da imprensa pública na cobertura das actividades dos partidos da oposição ao regime de Luanda.

O Sindicato dos Jornalistas, que condenou as injúrias e ameaças aos jornalistas, considera incorrecta a decisão dos dois canais de televisão de suspender a cobertura jornalística das actividades políticas da UNITA por violar os princípios da liberdade de imprensa e as regras de um Estado democrático e de direito.

O Sindicato, no seu comunicado, apela ao diálogo das partes e recomenda os jornalistas a absterem-se no envolvimento das disputas partidárias.

Entretanto, o partido no poder e o Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social condenaram também as ameaças aos jornalistas e manifestaram solidariedade aos dois canais de televisão.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI