Acesso ao principal conteúdo
Papa/Conclave

Cardeal brasileiro fala sobre candidatura ao Vaticano

O Papa Bento 16 depois da sua primeira aparição pública
O Papa Bento 16 depois da sua primeira aparição pública REUTERS/Stefano Rellandini
Texto por: RFI
3 min

Em entrevista à agência italiana IMedia, o cardeal brasileiro João Braz de Avis, tido como ‘papabili’ no conclave que escolherá o novo Pontífice em março, não descartou que um latinoamericano possa assumir o cargo. "A possibilidade existe", declarou. Ele também disse estar impressionado com a ‘simplicidade’ do Papa Bento 16, que renunciou nesta segunda-feira e hoje está reunido com o clero romano.

Publicidade

De acordo com o cardeal brasileiro, Bento 16 “já estaria se sentido melhor”, agora que está se "despedindo" do pontificado. "Certamente o Papa também levou em consideração a superexposição pública da doença de João Paulo 2, e não quis seguir pelo mesmo caminho, pelo bem da Igreja", disse o religioso.

O cardeal João Braz de Avis também já havia dito, em entrevistas precedentes, que se sentia frustrado com o fato dos sacerdotes da América Latina, África e Ásia terem pouca representação na Cúria. Segundo ele, nestes continentes, "há um sentimento religioso forte, enquanto na Europa as vocações perdem cada vez mais espaço" declarou.

Mesmo sem negar as chances de um latinoamericano se tornar Papa, ele prefere não fazer comentários sobre a possibilidade de se tornar pontíficie. "Não posso dizer que sou candidato, mas posso dizer que sou um dos 116 candidatos", disse, lembrando que a regra no Vaticano estipula que todos os participantes do conclave podem ser eleitos. Cotado pelos especialistas em Vaticano, o brasileiro não é apontado, entretanto, como o favorito. No topo de lista está o arcebispo de Milão, Angelo Scola.

O arcebispo emérito de Brasília, João Braz de Avis foi nomeado bispo aos 46 anos. Em janeiro de 2011, ele foi nomeado pelo próprio Bento 16. Próximo do movimento italiano dos "Focolares" e simpatizante de uma concepção moderada da "Teologia da Libertação", que prega a luta pelos direitos dos desfavorecidos.Sem dar maiores detalhes, o cardeal também já contou em entrevistas anteriores que vive com 130 fragmentos de chumbo no corpo,atingido em um tiroteio quando ainda era padre, na juventude.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.