Acesso ao principal conteúdo
Vaticano/papa

Odilo Scherer pode ser futuro papa, dizem sites europeus

Imagem do site abc.es que destaca o favoritismo de Dom Odilo Scherer
Imagem do site abc.es que destaca o favoritismo de Dom Odilo Scherer REUTERS/Nacho Doce/
Texto por: RFI
3 min

As Congregações Gerais no Vaticano começaram nesta segunda(4) uma série de reuniões para discutir o futuro da Igreja e preparar o próximo conclave. Mas, nos bastidores, uma parte dos cardeais já demonstra interesse pelo arcebispo brasileiro Odilo Scherer, 63 anos, que teria um perfil ideal para a igreja neste momento.

Publicidade

O jornal italiano La Stampa, em sua edição do último sábado(2) vai ainda mais longe e diz que alguns cardeais já tiveram reuniões secretas, onde estariam articulando a eleição de Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo, a principal arquidiocese do maior país católico do mundo. Um papa da América Latina atrai cada vez mais a atenção dos cardeais, já que o continente concentra um grande número de fiéis.

Para o site espanhol ABC.es, "chegou a hora da América no Vaticano". A matéria, publicada nesta segunda(4), ressalta que Odilo Scherer tem alto conhecimento teológico, fala diversas línguas e grande preocupação com os assuntos sociais. "O cardeal Scherer é um religioso brasileiro, de família alemã e mentalidade europeia", completa o site de notícias espanhol.

O perfil de Dom Odilo chama a atenção dos cardeais eleitores:  um religioso que representa o fervor da América Latina, ligado à mentalidade europeia e especialista na Cúria Romana. O arcebispo de São Paulo passou sete anos no Vaticano e seu trabalho é bastante apreciado pelo papa emérito Bento 16.

O jornal francês Le Journal du Dimanche cita o teólogo Boris Agustín Nef Ulloa, da PUC de São Paulo. De acordo com Augustín, um brasileiro como papa seria uma grande surpresa, mas, se isso acontecer, o novo pontífice certamente seria o cardeal Odilo Scherer.

Também na França, a revista Nouvel Observateur aponta que o religioso brasileiro seria uma solução, já que ele reúne características do carismático João Paulo II e do teólogo Bento 16. Mas, o Nouvel Observateur diz que dom Odilo "seria escolhido não como um primeiro papa brasileiro, mas por ser um segundo papa alemão", uma referência às origens do cardeal gaúcho e ao seu conservadorismo.

O cotidiano francês La Croix, por sua vez, publica uma biografia do arcebispo de São Paulo e afirma que ele é a esperança do Brasil na sucessão de Bento 16. Para o La Croix, dom Odilo Scherer é o candidato ideal para quem sonha com uma reforma da Igreja. Ele é pragmático, organizado e até obstinado, não deixando nunca um problema sem solução, descreve o jornal.

Apesar de ser considerado ortodoxo pela Teologia da Libertação, o cardeal brasileiro impôs a nomeação de uma mulher como reitora da PUC de São Paulo, e se preocupa particularmente com os jovens e o meio-ambiente e é adepto do Facebook e do Twitter. Para outro jornal católico da França, o La Vie, o Brasil "espera o seu papa".

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.