Acesso ao principal conteúdo
Brasil/Covid-19/Bolsonaro

Covid-19: Brasil ultrapassa 200.000 mortos Bolsonaro continua a minizar a crise

Manifestantes reclamam vacinas frente ao Palácio do Planalto em Brasília a 8 de janeiro, após o Brasil ter ultrapassado 200.000 mortos pela Covid-19.
Manifestantes reclamam vacinas frente ao Palácio do Planalto em Brasília a 8 de janeiro, após o Brasil ter ultrapassado 200.000 mortos pela Covid-19. Sergio LIMA AFP
Texto por: Pierre Le Duff
4 min

Esta quinta-feira, 7 de janeiro, o Brasil ultrapassou os 200 000 mortos devido à Covid-19 e contabiliza cerca de 8 milhões de infectados, sendo o segundo pais no mundo a atingir essa fasquia, a seguir aos Estados Unidos, mas o Presidente Jair Bolsonaro continua a minimizar a pandemia.

Publicidade

Em março do ano passado, Jair Bolsonaro declarou que a Covid-19 ia causar menos de 800 mortos no Brasil, mas dez meses depois, são 200 000 as vítimas no pais.

Numa intervenção em directo, o Presidente insinuou que a doença não foi a causa de todas essas mortes. 

"A gente lamenta hoje, que estamos batendo as 200 mil mortes. Muitas dessas mortes com Covid, outras de Covid, não temos uma linha de corte no tocante a isso daí. Mas a vida continua, a gente lamenta profundamente".

O Brasil vive desde dezembro uma segunda onda de Covid-19, com ultimamente mais de 1000 mortes por dia e a tendência é piorar, porque as festas de final do ano foram marcadas por muitas aglomerações, sobretudo nas cidades costeiras, destino de férias de milhões de brasileiros.

O ministério da saúde ainda tem falta de seringuas e agulhas para poder iniciar o plano de vacinação e no cenário mais optimista, as primeiras doses poderiam começar a ser aplicadas no próximo dia 20 de janeiro.

Pierre Le Duff, correspondente no Brasil 8/01/2021

A esperança poderia vir da vacina do laboratório chinês Sinovac, que poderia começar a ser administrada antes do final de janeiro, a respectiva eficácia tendo sido confirmada em 78%, e mesmo em torno dos 100% nos casos mais graves, facto com o qual se congratula o governador do Estado de São Paulo, João Dória.

João Dória, governador de São Paulo

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.