Uganda/Afeganistão

Uganda compromete-se a receber pelo menos dois mil refugiados do Afeganistão

Famílias deslocadas internamente das províncias do norte, que fugiram de suas casas. 10 de agosto de 2021.
Famílias deslocadas internamente das províncias do norte, que fugiram de suas casas. 10 de agosto de 2021. © REUTERS/Stringer

O Uganda comprometeu-se hoje a receber pelo menos dois mil refugiados vindos do Afeganistão, um pedido urgente feito pelos Estados Unidos da América.

Publicidade

Esther Anyakun, ministra do Estado para a Preparação contra Desastres e Ajuda a Refugiados, disse, citada pela agência espanhola EFE, que não pode confirmar quando é que os refugiados chegarão ao Uganda, mas garantiu que o país está preparado para recebê-los a qualquer momento.

A ministra salientou ainda que será o governo norte-americano a cobrir todos os custos relativos ao transporte e alojamento dos refugiados que tenham como destino este país dos Grandes Lagos.

O Uganda é o primeiro país africano a aceitar acolher os refugiados vindos do Afeganistão.

De salientar que o país já acolhe 1,5 milhões de refugiados, segundo os últimos dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados.

Recorde-se que milhares de pessoas estão em fuga do Afeganistão por recearem represárias dos novos homens fortes de Cabul.

Os voos no aeroporto da capital já foram retomados após as cenas de pânico registadas nesta segunda-feira com 7 mortos na pista do aeroporto à margem da descolagem de um avião da força aérea norte-americana, ao qual se procuravam agarrar populares desesperados.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI