Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde / Nações Unidas

Cabo Verde quer apoio para responder a desafios económicos

Luís Filipe Tavares, ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde
Luís Filipe Tavares, ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde mpd.cv
Texto por: RFI
3 min

O chefe da diplomacia cabo-verdiana, Luís Filipe Tavares discursou ontem no último dia da Assembleia Geral da ONU. No seu pronunciamento, o ministro dos Negócios Estrangeiros deu conta da preocupação do seu país perante os conflitos armados no continente africano e no Médio Oriente e reiterou a disponibilidade de Cabo Verde em apoiar a União Africana na procura de soluções para restabelecer a paz nos "países irmãos".

Publicidade

No seu pronunciamento, ao citar nomeadamente os casos da Líbia, Sudão do Sul, Somália e Mali, Luís Filipe Tavares abordou a crise humanitária provocada pelos conflitos vigentes nesses países, as violações dos Direitos Humanos, a situação precária dos refugiados bem como a problemática do aumento do crime internacional.

Referindo-se ao caso particular do seu país, o chefe da diplomacia de Cabo Verde, saudou o agendamento nesta sessão da Assembleia Geral da ONU de discussões em torno dos objectivos de desenvolvimento no horizonte 2030, Luís Filipe Tavares tendo insistido sobre a necessidade de Cabo Verde ter apoio internacional no processo de adaptação da sua economia aos novos desafios do milénio.
Eis um extracto do seu discurso.

Excerto do discurso de Luís Filipe Tavares num registo da Rádio ONU

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.