Cabo Verde

Forças Armadas comemoram 50 anos em Cabo Verde

Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca
Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca

As Forças Armadas de Cabo Verde comemoraram este domingo o seu 50º aniversário, com um acto central na Avenida Cidade Lisboa, na cidade da Praia. As Forças Armas de Cabo Verde foram fundadas a 15 de Janeiro de 1967, em Havana, Cuba, quando um grupo de cabo-verdianos prestou juramento perante o líder histórico da Independência, Amílcar Cabral.

Publicidade

O Chefe de Estado, Jorge Carlos Fonseca, enquanto Comandante Supremo das Forças Armadas que presidiu a cerimónia sublinhando que a posição o geoestratégica, que o país ocupa, no atlântico médio traz vantagens, mas também traz grandes responsabilidades.

O Presidente lembrou que as Forças Armadas sozinhas não conseguem combater "as várias formas de ilegalidades e ameaças destes novos tempos", sublinhando  que o caminho é reforçar a cooperação internacional.

Nas comemorações dos 50 anos das Forças Armada de Cabo Verde, o Chefe de Estado Maior das Forças Armadas, Anildo Morais, lembrou o massacre de Monte Tchota, no ano passado, onde 8 militares e 3 civis foram assinados por um militar. Anildo Morais garantiu que as Forças Armadas estão a ultrapassar o momento de dor e vão honrar sempre a memória dos que foram mortos em Abril passado.

As Forças Armas de Cabo Verde foram fundadas a 15 de Janeiro de 1967, em Havana, Cuba, quando um grupo de cabo-verdianos prestou juramento perante o líder histórico da Independência, Amílcar Cabral.

O 15 de Janeiro foi instituído como Dia das Forças Armadas de Cabo Verde, em 1988, pelo então Governo do regime de partido único, que dirigiu o arquipélago durante 15 anos.

Correspondência de Odaír Santos

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI