Acesso ao principal conteúdo

Cabo Verde/Covid-19: 230 casos positivos, governo autoriza ligações marítimas inter-ilhas

O primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, anunciou a 8 de Maio 2020 a retoma das ligações marítimas inter-ilhas, com excepção de e para Santiago e Boa Vista.
O primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, anunciou a 8 de Maio 2020 a retoma das ligações marítimas inter-ilhas, com excepção de e para Santiago e Boa Vista. © LUSA/ Fernando de Pina
Texto por: RFI | Odair Santos
2 min

o Casos de Covid-10 aumentam para 230 em Cabo Verde e governo autorizou esta sexta-feira a reabertura de ligações marítimas inter-ilhas a partir de 11 de Maio, com excepção das ilhas de Santiago e Boa Vista, em estado de emergência sanitária até 14 de Maio.

Publicidade

Com o surgimento de mais 12 novos casos de Covid-19, nesta sexta-feira (8/05), na Cidade da Praia, aumenta para 230 o total  de casos confirmados do novo coronavírus em Cabo Verde, onde o estado de emergência sanitária vigora até 14 de Maio nas ilhas de Santiago e Boa Vista.

Os novos casos  de Covid-19 surgiram de um grupo de 95 amostras analisadas nas últimas horas, de acordo com Ministério da Saúde e da Segurança Social, que revela que  o número de doentes recuperados aumentou 44.

Por outro lado, o Governo autorizou a retoma das ligações marítimas inter-ilhas, para o transporte de passageiros, com excepção das ilhas de Santiago e da Boa Vista, que ainda continuam em situação de estado de emergência.

 O anúncio foi feito, numa declaração ao país, na manhã desta sexta-feira (8/05) pelo primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva que afirmou "o Governo decidiu autorizar, a partir do dia 11 de Maio, a retoma das ligações marítimas inter-ilhas para o transporte de passageiros, com exceção das que têm origem e destino em Santiago e Boa Vista

Ulisses Correia e Silva explicou que “as ligações marítimas inter-ilhas para o transporte de passageiros ficam sujeitas ao cumprimento de normas de protecção sanitária por parte da tripulação, dos prestadores de serviços nos portos e dos passageiros, normas essas que constam de Resolução do Conselho de Ministros, que hoje se publica”.

Adiantou que “a decisão sobre a retoma das ligações marítimas para o transporte de passageiros, que envolvam as ilhas de Santiago e da Boa Vista será tomada após o término do estado de emergência, que vigora nessas ilhas e de acordo com a sua situação epidemiológica”.

Quanto a reabertura das ligações aéreas inter-ilhas e internacionais, o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva explicou que a posição do Governo vai depender das directivas da ICAO e da IATA, o que deve acontecer ainda no decurso do mês de Maio.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.