Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Defesa de Alex Saab entrega novo pedido de “habeas corpus”

Alex Saab Morán, empresário de nacionalidade colombiana e venezuelana,
Alex Saab Morán, empresário de nacionalidade colombiana e venezuelana, © www.entornointeligente.com
Texto por: Odair Santos
4 min

A defesa de Alex Saab, entregou nesta quarta-feira, no Supremo Tribunal de Justiça, um novo pedido de “habeas corpus” exigindo a libertação do empresário colombiano.

Publicidade

Segundo fonte conhecedora do processo, os advogados de Alex Saab foram obrigados a recorrer da nova solicitação, depois de na terça-feira, o Supremo Tribunal ter considerado nulo o primeiro pedido de “habeas corpus” com a justificativa de que havia uma "ratificação e validação" da prisão preventiva de Alex Saab pelo Tribunal da Relação de Barlavento e que, por este motivo, a defesa não podia contestar a decisão do Tribunal do Sal.

Por conseguinte, a defesa de Alex Saab introduziu um novo pedido de ‘habeas corpus’ para a libertação do empresário colombiano e interpôs igualmente recurso da decisão do Tribunal da Relação de Barlavento junto do Supremo Tribunal de Justiça.

Embora a decisão da extradição de Alex Saab seja uma decisão da justiça e do Estado de Cabo Verde; o governo tem evitado, sistematicamente falar do caso. Questionado insistentemente pelos jornalistas, o ministro de Estado, Fernando Elísio Freire, afirmou que a detenção de Alex Saab no país “é um assunto de justiça”.

Neste momento, está aberto o processo para extradição de Alex Saab para os Estados Unidos, empresário de dupla nacionalidade – venezuelana e colombiana- que o governo norte-americano, qualifica como a figura principal de Nicolás Maduro e o caminho para alcançar as fortunas ocultas do regime venezuelano, movimentos de ouro e dólares e acordos com o Irão, Turquia e Rússia.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.