Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Cabo Verde prepara-se para os turistas

Ilha do Sal, Cabo Verde
Ilha do Sal, Cabo Verde © RFI
Texto por: RFI
4 min

Cabo Verde vai ter centros de Acolhimento e Tratamento da Covid-19, nas ilhas mais  turísticas,Sal e Boa Vista, a partir do mês de Agosto. A iniciativa do governo pretende garantir um turismo seguro no país em tempo de pandemia de Covid-19. 

Publicidade

Cabo Verde está a preparar para abrir o país ao turismo internacional, em meio a pandemia da covid-19, apresentando o arquipélago como um destino turístico seguro. Assim, a partir de Agosto, o governo quer ter em funcionamento dois centros de Acolhimento e Tratamento da covid-19, nos dois maiores destinos turísticos de Cabo Verde, Sal e Boa Vista.

Os centros vão ter pontos de cuidados intensivos, ventiladores e todos os equipamentos e recursos humanos necessários  para  tratamento e detecção do novo coronavírus, como garantiu à imprensa, o ministro do Turismo e Transportes, Carlos Santos, ao visitar as obras de um dos centros na ilha do Sal.

O Ministério do Turismo e Transportes vai certificar unidades hoteleiras e outros serviços que integram o circuito do turista com o “selo de segurança sanitária” de forma a garantir um “turismo seguro” em Cabo Verde. Esta medida, segundo o governo, faz parte de um “amplo programa sanitário” para garantir a retoma da actividade turística.

O turismo é um dos principais pilares da economia do arquipélago representando 25% do PIB nacional e o executivo quer garantir que a pandemia da Covid-19 não afasta os turista do arquipélago.

Este domingo foram registados 64 novos casos do novo coronavírus, dos quais 40 foram registados só na Ilha do Sal. Cabo Verde contabiliza actualmente 1155 infectados, 572 activos, e doze óbitos.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.