Acesso ao principal conteúdo

Cabo Verde vai criar condições para retomar o turismo internacional

Ulisses Correia e Silva, primeiro-ministro de Cabo Verde, quer retomar turismo internacional.
Ulisses Correia e Silva, primeiro-ministro de Cabo Verde, quer retomar turismo internacional. RFI/NeidyRibeiro
Texto por: Odair Santos
3 min

Publicidade

O registo diário de casos da Covid-19 superior aos 20 por cada 100 mil habitantes exigido pela União Europeia dificulta a reabertura de fronteiras em Cabo Verde.

O país tem actualmente 78 casos do novo coronavírus por cada 100 mil habitantes, mas o  arquipélago tem ilhas, sem casos da covid-19.

Durante uma visita à São Vicente,  o Primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva,  em declarações à imprensa, sublinhou  que o governo cabo verdiano está a trabalhar, de  foma a mostrar que existem realidades diferenciadas no seu país.

O  chefe do governo  de Cabo Verde apresentou São Vicente e Santo Antão como exemplos de ilhas, onde se pode retomar o turismo internacional.

“Podemos perfeitamente criar uma narrativa e criar uma abordagem específica, até porque temos voos diretos para São Vicente e de São Vicente vai-se para Santo Antão.  Conseguir mostrar que temos ilhas sem casos, com sistema muito baixo de transmissão ou zero e que dê confiança para fazermos a retoma” explicou

Também a Boa Vista, há vários meses sem casos da covid-19, é apresentada como ilha preparada para o turismo internacional.

Agora, segundo o Primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, como  convencer os operadores turísticos e os países do diferencial existente?

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.