Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde/Abuso Sexual Menores

Cabo Verde: casal detido por abuso sexual de filha de 9 meses

Instituto Cabo-Verdiano da Criança e do Adolescente quer penas mais duras para abusos sexuais a menores, depois do escândalo provocado pela detenção de um casal, que abusou sexualmente da sua filha de 9 meses.
Instituto Cabo-Verdiano da Criança e do Adolescente quer penas mais duras para abusos sexuais a menores, depois do escândalo provocado pela detenção de um casal, que abusou sexualmente da sua filha de 9 meses. AFP - ASHRAF SHAZLY
Texto por: Odair Santos
4 min

Abusos sexuais pelos pais a um bebé de nove meses, desvendados a 18 de Agosto, continuam a indignar a sociedade cabo-verdiana e o Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente - ICCA - pede aprovação urgente da proposta de lei sobre exploração sexual de menores.

Publicidade

A revolta da sociedade cabo-verdiana sobre o caso de abusos sexuais a um bebé de nove meses está a ser manifestada nas redes sociais, depois da Polícia Judiciária ter anunciado a detenção preventiva, a 18 de Agosto, em São Vicente, de uma jovem de 17 anos em conjunto com um homem de 33 anos, acusados de prática reiterada de abusos sexuais sobre a filha de 9 meses.

A bebé já está aos cuidados da avó materna e a presidente do Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente garante que a criança e a avó estão a ter todo o apoio da instituição.

Maria Livramento Silva em declarações à rádio pública cabo-verdiana, disse estar preocupada com o número de casos de abuso sexual no país, por isso, espera que em Outubro próximo, os deputados nacionais aprovem a proposta de lei sobre exploração sexual de menores, que vai melhorar o combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Porque vai aumentar a idade para que o crime seja público, assim, muitos crimes que hoje, são considerados semi públicos, passam a ser públicos e a denúncia pode partir do ICCA facilitando a situação” disse a presidente do ICCA.

A proposta de lei prevê entre outros a agravação da pena para o agressor e eu acredito que aumentando a pena, vai dissuadir os prováveis agressores” que serão separados das vítimas e ainda punir os crimes de pedofilia através da internet, que vão estar tipificados, defende Maria Livramento Silva.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.