Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde/Covid-19

Cabo Verde/Covid-19: Fogo, Santiago e Sal em calamidade sanitária

Ilha do Fogo, Cabo Verde em situação de calamidade pública sanitária devido à pandemia da Covid-19, prolongada esta situação nas ilhas do Sal e Santiago até 31 de Outubro.
Ilha do Fogo, Cabo Verde em situação de calamidade pública sanitária devido à pandemia da Covid-19, prolongada esta situação nas ilhas do Sal e Santiago até 31 de Outubro. © AFP - ANNE-SOPHIE FAIVRE LE CADRE
Texto por: Odair Santos | RFI
5 min

Cabo Verde declarou nesta quarta-feira, 2 de Setembro, situação de calamidade pública na ilha do Fogo e prorrogou-a até 31 de Outubro nas ilhas de Santiago e do Sal, medidas que entram em vigor a 3 de Setembro.

Publicidade

Devido ao risco agravado de transmissão comunitária da pandemia da Covid-19 na ilha do Fogo e atendendo à evolução da situação epidemiológica nas ilhas de Santiago e do Sal, o governo decidiu declarar situação de calamidade pública no Fogo e prorrogá-la em Santiago e Sal até 31 de Outubro.

Esta é uma das medidas divulgadas esta quarta-feira (2/09) na sequência da reunião na véspera do Gabinete de Crise, que esteve a avaliar a evolução da situação em relação ao novo coronavírus no arquipélago. 

De acordo com o ministro da Administração Interna, Paulo Rocha, para o todo o país, o governo decidiu manter um conjunto de medidas restritivas de funcionamento das actividades, que propiciem o ajuntamento de pessoas.

Mantêm-se encerradas em todo o país as instalações e proibidas as actividades culturais, recreativas, desportivas, de lazer e diversão, quaisquer que sejam, os estabelecimentos ou espaços de diversão, nomeadamente discotecas e salões de dança ou locais onde se realizem festas; as actividades desportivas, culturais e de lazer, que impliquem aglomerados de pessoas: actividades em ginásios, academias, escolas de artes marciais e de ginástica. Mantêm-se também proibidas as festas e convívios, ainda que em residências particulares”.

Os locais de venda de bebidas alcoólicas podem funcionar até às 21 horas, restaurantes e espaços de comidas rápidas até às 23 horas, desde que cumpram  as medidas de segurança sanitária.

Mas, o  consumo de bebidas alcoólicas nas vias públicas continua proibido. 

A partir da próxima segunda-feira (7/09) os residentes na ilha de Santiago já vão poder frequentar as praias, mas apenas das 6  às 10 horas da manhã, mas condicionada ao rigoroso cumprimento das normas de distanciamento físico e de etiqueta respiratório”, disse Paulo Rocha, salientando que a actividade balnear na ilha do Sal fica condicionada à avaliação semanal pelo Instituto Marítimo Portuário e da Direcção Nacional da Saúde.

Odair Santos, correspondente em Cabo Verde 2/09/2020

Cabo Verde registou esta terça-feira, 1 de Setembro, mais 86 casos positivos da Covid-19 e 34 recuperados, passando assim a contabilizar 3.970 casos positivos acumulados, sendo 3.423 recuperados, 40 óbitos e dois doentes transferidos.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.